Mãe com câncer morre recusando quimioterapia para salvar bebê

Aos 41 anos de idade a mulher Crimm Stacie ficou grávida depois de muito tentar e não obter sucesso e com os conselhos médicos que era muito velha para ser mãe.

Sua gravidez, no entanto, começou a assustá-la, pois ela tinha alguns sintomas estranhos, como fortes dores de cabeça, tremores e problemas de visão. No quarto mês de gravidez ela foi diagnosticada com câncer na cabeça e no pescoço.

Stacie, que estava prestes a se tornar uma mãe solteira, teve que tomar decisão mais difícil de sua vida, e não titubeou, escolheu por salvar a vida de sua filha em troca de não receber a quimioterapia e, portanto correr o risco de morte .

Sua filha, Mae Dottie, nasceu através de cesariana com pouco mais de um quilo de peso em uma operação de emergência para lhe salvar.

Stacie morreu três dias depois, quando deu a sua filha para adoção a seu irmão, Ray Phillips. Antes de morrer, Stacie pode ter sua filha em seus braços.


1 comentários:

ThunderEdy disse...

Mãe é mãe. Comovente.

Acesse THUNDEREDY e veja as gostosas do Orkut e Facebook em fotos totalmente liberadas.

Postar um comentário

Meus Links