Teste de câncer de próstata através do exame de urina não substitui os tradicionais


Um estudo publicado por pesquisadores da Universidade de Michigan – EUA – mostrou que o exame de urina pode auxiliar na detecção do câncer de próstata com maior precisão e qual é a agressividade daquele câncer naqueles pacientes com exames clínicos alterados.

De acordo com o urologista do Instituto do Câncer de São Paulo e do Hospital do Sírio Libanês, Dr. Daher Chade, o exame de urina é bastante válido desde que associado aos exames tradicionais (PSA e toque retal): “vale lembrar que independentemente do resultado do exame de urina, não é possível excluir a possibilidade de câncer naqueles homens com os exames clínicos alterados. Portanto, este teste não poderá substituir nenhum exame utilizado atualmente, mas sim agregar uma maior precisão para predizer a possibilidade da biópsia encontrar um tumor na próstata” afirma Dr. Chade.

Por outro lado, os genes avaliados pelo estudo são extremamente promissores para o desenvolvimento de novos testes e proporciona a melhor compreensão do mecanismo de desenvolvimento do câncer de próstata.

“Os testes genéticos, estão cada vez mais próximos de nós para serem utilizados na rotina dos consultórios e hospitais. Porém, a enorme quantidade de novos testes requer uma adequada validação de eficácia de cada um deles e comprovação de superioridade em relação aos já disponíveis atualmente na medicina antes de serem padronizados para uso”, conclui Dr. Chade.
Por Luciana Paim

0 comentários:

Postar um comentário

Meus Links