Biópsias da próstata podem causar problemas urinários e de ereção

Um estudo alemão, publicado recentemente no Journal of Urology, indica que as biópsias realizadas quando há suspeita de câncer da próstata podem causar impotência sexual temporária e problemas urinários nos pacientes, avança o site Bibliomed.

Avaliando 198 homens que realizaram este exame, os cientistas observaram que a disfunção erétil e a incontinência urinária são problemas comuns nestes pacientes.

As análises mostraram que mais da metade dos participantes apresentaram impotência sexual na semana seguinte ao procedimento, principalmente aqueles que passam por biópsias múltiplas. Mas a disfunção erétil seria temporária, com a maioria dos homens a conseguir ter relações sexuais normalmente após 12 semanas.

Problemas urinários

Em relação aos problemas urinários, os investigadores notaram que, quanto mais amostras eram retiradas para avaliação da próstata, maiores seriam os riscos de sintomas, como esforço para urinar ou visitas frequentes à casa de banho durante a noite.

Contudo, este efeito adverso não pareceu ser temporário, sendo que a quantidade de participantes que se queixavam deste problema pareceu aumentar, principalmente entre aqueles que tiveram mais amostras retiradas no exame.

Os especialistas acreditam que ambos os problemas ocorram devido a danos neurovasculares na biópsia. Por isso, os cientistas estão preocupados que este tipo de exame tenha mais riscos do que benefícios,  o que ainda precisa de ser investigado mais profundamente, visto que os tumores podem ser benignos. O certo é que os homens que vão ser submetidos à biópsia da próstata devem ser alertados em relação aos riscos e aos benefícios do exame.

1 comentários:

Anônimo disse...

segurar a ejaculação por muito tempo na hora do ato sexual pode causar problema na prostata e aumentar o psa??

Postar um comentário

Meus Links