Exame genético mostra risco de homem para desenvolver câncer da próstata

Um professor universitário da Califórnia, que sequenciou e analisou o seu próprio genoma, descobriu que tem alto risco de morrer de ataque cardíaco súbito, bem como um elevado risco de desenvolver câncer da próstata, revela o estudo publicado no The Lancet e noticiado pela agência Reuters.

Quanto aos seus próprios resultados, o professor de bioengenharia Stephen Quake achou "interessantes". "Estava curioso para ver o que iria aparecer", revelou.

"Mas é importante reconhecer que nem todos vão querer saber os detalhes do seu genoma, e é perfeitamente possível que esse grupo seja a maioria. Há muitas questões éticas, educacionais e políticas que precisam de ser abordadas daqui para a frente”, afirmou.

A equipa de Stanford desenvolveu um algoritmo para reunir os seus riscos de saúde genéticos e conhecidos.

Por exemplo, como homem branco de 40 anos, Stephen Quake começou com uma probabilidade de 16% para desenvolver câncer da próstata. Depois de levar os seus genes em consideração, os investigadores colocaram o seu risco nos 23%.

O seu genoma custou cerca de 50.000 dólares a sequenciar. Mas os cientistas dizem que o preço está a diminuir.

0 comentários:

Postar um comentário

Meus Links