Câncer da próstata: vacina mais perto de ser aprovada pela FDA

A aprovação antecipada, esta semana, de uma vacina terapêutica câncer da próstata pela FDA (Food and Drug Administration) pode ser um marco contra a doença, dizem os especialistas.

A Provenge® pode prolongar a sobrevivência de homens com câncer da próstata avançado, sem os efeitos secundários graves associados à quimioterapia, radioterapia e terapia hormonal.

A vacina não se destina a prevenir o câncer da próstata em homens que não desenvolveram a doença, e está longe de ser uma cura para aqueles que a têm, advertiu J. Len Lichtenfeld, da American Cancer Society.

"A Provenge® representa um avanço modesto na sobrevida de pacientes com câncer próstata avançado, mas não atrasa a progressão da doença", disse.

Ainda assim, poderia ser possível a sua utilização nos estados iniciais do carcinoma, onde seria ainda mais eficaz, mas este benefício teria que ser demonstrado em ensaios clínicos, acrescentou.
A Provenge® é uma vacina terapêutica (não preventiva), que é feita a partir dos próprios glóbulos brancos do paciente.

A vacina foi desenvolvida pela Dendreon Corp, que realizou os estudos iniciais em homens com câncer da próstata avançado, nos quais o tratamento aumentou o tempo de sobrevida para uma média de 4,5 meses, embora alguns pacientes tenham vivido mais dois ou três anos.

Em 2007, um painel consultivo da FDA recomendou que a agência aprovasse a Provenge®, mas a FDA disse que seriam necessários mais dados antes de aprovar o medicamento.

Se a vacina for aprovada, a sua utilização será no tratamento de homens com câncer da próstata avançado. E a um custo estimado de 75.000 dólares.

1 comentários:

Anônimo disse...

meu pqi estar com a prostata aumentada esta vacina podse deixar ele curado?

Postar um comentário

Meus Links